RIDE: The Videogame - Review (Exlusivo)

Olá de novo pessoal, depois de muuuito tempo sem postar aqui no blog, resolvi voltar e começar uma nova serie de postagens, Intitulada WalkAnálise, que será reviews de jogos que lançaram agora, e algumas vezes de jogos um pouco mais antigos (intitulada Classic WalkAnálise), e como primeiro jogo lhes trago Ride, um jogo com uma proposta esquecida a muito tempo: um simulador de corridas de moto:




Ride: The Videogame (Estilizado RIDE: The Videogame) é um jogo de Simulador de corridas de moto feito pela Milestone S.r.l, lançado em 27 de Março desse ano (2015) para PS4, PS3, Xbox One, Xbox 360 e PC. 
Uma curiosidade é que Ride é o primeiro jogo exclusivo da Milestone (os outros eram de eventos reais como WRC, MotoGP e MXGP).


Ride, como ja dito, é um simulador de corridas, ou seja, tem um estilo de jogo mais puxado para a realidade, com fisica realista e jogabilidade puxada pro realismo, ao mesmo estilo de Gran Turismo e Forza, porem, como visto em Tourist Trophy a 9 Anos atras, Ride tras motos nos lugares das maquinas de 4 rodas, o que faz do jogo um grande atrativo ja que a Carencia de jogos de simuladores com motos é enorme, pois os poucos jogos que saem não tem muito boa qualidade (até mesmo MotoGP, propria Milestone), porem vamos analisar e ver se jogo é mesmo tudo que se diz:


OK, e como o jogo funciona:

Ride tem modos de Single-player e multiplayer, tanto online quanto local, em Split-screen, algo que tinha sumido nos jogos de agora. 
O modo single player é o foco do jogo, onde temos o World Tour, (Simulaion mode, pra quem joga gran turismo) onde compramos a moto, corremos as corridas pra ganhar dinheiro, modificamos a moto, sim! em RIDE podemos modificar nossa moto, trocando Espelhos, rodas, pneus e outras coisa que eu falarei mais tarde na review.
A principio, o jogo parece simples, como um jogo de moto qualquer, porem quando se joga se vê que não é bem assim que funciona, o jogo é dificil, ainda mais se vc não está habituado a jogar com um veiculo que é feito para cair. porem Ride tem varias ajudas como Assitencia de freio, linha de direçao, TCS (controle de tração) e etc.

Graficos:

(imagem tirada IN-game, com o recurso "Photo mode" do jogo)


O Grafico de Ride não é ruim, porem ja percebemos que é um pouco antigo e ultrapassado se comparado a outros jogos, podemos dizer que o grafico se parece com o de GRID 2, o que não é ruim, visto que Ride tem belas paisagens e motos muito bem feitas, porem é só isso, as motos são as coisas mais bem feitas do jogo, com linhas detalhadas, boas texturas, movimentação bem feita e detalhes caprichados, porem a beleza acaba ai: o resto do ambiente não é tão detalhado assim, as arvores nem parecem ser em 3d, a estrada não tem tanto detalhes, e o piloto parece um robô, apesar de detalhes como aceleração, troca de marcas, movientação nas curvas não terem sido esquecidas, poderia ter tido muito mais detalhes. 
Ride ainda conta na versão do PC com texturas com tamanho de até 4GB, o que é otimo pra quem tem placas de videos com muita VRAM disponivel, fora isso, as opções graficas não são muitas:


 Resolução: Mínimo de 640x480 e Máximo de 1920x1080 (FullHD)
AntiAliasing (Anti-serrilhado): Off, 2X,4X ou 8X
High Quality AFX
High Resolutions Textures (Texturas em alta Resolução)
Montion Blur (Embaçamento de tela quando em alta velocidade)
Track Textures (Tamanho das texturas do jogo): Automatico, 512MB, 1GB, 1.5GB, 2GB, 2.5GB, 3GB e 4GB
Reflections Quality (Qualidade dos Reflexos): Baixo, medio e Alto
AI Bike Details (Detalhes das Motos dos oponentes): Baixo, medio e alto


Como pode se ver na imagem abaixo, não tem muitas diferenças entre o Low e o high.


                                         (Comparação entre low (Esquerda) e High (Direita) )



Jogabilidade e mecanica:


Aprofundando-se um pouco sobre o que abordei no começo do texto, a jogabilidade de Ride é boa, tem boa física, bons controles, as motos tem boas aderencias a pista, tudo de basico que precisa um bom jogo de simulação. O jogo tem boas opções de física, (diria ate mais opções do que de graficos hue) como controle de tração, trajetoria ideal, Abaixar automaticamente (o piloto se abaixa quando em alta velocidade pra aumentar a aerodinamica), Anti-empinada, freios automaticos e freios conjuntos (quando desligado, essa opção permite que se controle o freio da frente com o L2 (LT) e o freio de tras com o botão X (A)). Alem de poder escolher quantas voltas você quer correr (Até 10 voltas no máximo), também ajustar se quer jogar com a Transmissão manual ou semiautomatica,  e também tem varias dificuldades de CPU, que são: Muito Fácil, fácil, Medio, díficil e realista. A dificuldade muito facil e facil são ridiculamente faceis, se ultrapassa um oponente até na curva, e mesmo com uma moto mais fraca você vai conseguir chegar em primeiro, isso é, se você não cair; Porém, a dificuldade Realista é quase um Dark Souls, os oponetnes são muito habilidosos e se você ultrapassar um deles, com certeza eles não vão deixar barato!!


                                                (Opções de Corrida e física do game)



Ride também tem o recurso que vários jogos de corria como Dirt e Forza estão usando: O Rewind, recurso que permite "voltar no tempo" para corrigir algum erro que cometeu durante a corrida, porem esse recurso é limitado a 9 rewind por corrida (o que na minha opinião ja é mais do que suficiente, apesar de eu não usar esse recurso). 

Antes de falar das customisações, vamos falar das motos e das pistas, o jogo contem Mais de 100 motos e 15 pistas, todas, ambos motos e pistas são reais, e licenciadas pro jogo. Segue a lista das fabricantes e das pistas presentes no jogo até agora:


Aprillia: Com 9 motos do ano de 2000 a 2014
Bimota: Com 10 motos do ano de 1992 A 2014
BMW: Com 5 motos, todas de 2014
Ducati: Com 10 motos do ano de 2002 a 2014
EBR: Com 2 motos, todas de 2014
Energica (marca de motos elétricas): Com 1 moto de 2014
Honda: Com 15 motos do ano de 1987 a 2014
Kawazaki: Com 9 motos do ano de 1996 a 2014
KTM: Com 8 motos, todas de 2014
Lighting (outra marca de motos elétricas): Com 1 moto de 2014
MV Agusta: Com 16 motos do ano de 1998 a 2014
Suzuki: Com 10 Motos do Ano de 1998 a 2014
Triumph: Com 8 motos do ano de 2004 a 2014
Yamaha: Com 15 motos do ano de 1989 a 2015 

O jogo teve 2 DLC's para quem fez a Pré-Compra do jogo: Yamaha 2015 Bikes and Yamaha Historic Bikes

Maiores informações sobre cada moto que tem no jogo você encontra no Site Do Jogo.

Como dito antes, são 15 pistas em diferentes locais como Inglaterra, Estados Unidos e Italia. Cada pista pode ter ate 3 variações (Mais curta, mais longa, mais rapida ou mais tecnica), e são dividas entre GP TRacks, que são 7, Country Tracks, que são 5, City Tracks, que são 2 e 1 Extra Tracks. A Lista de Pistas são:

Parque Nacional de Stelvio, na Italia: Com 2 Variações
Sierra Nevada, nos Estados Unidos: Com 2 Variações
North Wales, no Reino Unido: Com 3 Variações
Templos de Kanto, No Japão: Com 3 Variações
Rivera Francesa, na França: Com 2 Variações
Circuito de Milão, na Italia: Com 3 Variações
Circuito de Miami, nos Estados Unidos: Com 3 Variações
Autodromo Enzo e Dino Ferrari Imola, na Italia: Com 2 Variações
Sportsland Sugo, no Japão: Com 2 Variações
Donington Park Circuit, no Reino Unido: Com 2 Variações
Road America, nos Estados Unidos: Com 2 Variações
Circuit de Nevers Magny-Cours, na França: Sem Variações
Circuito de Almeria, na Espanha: Sem Variações
Potrero de Los Funes Circuit, Na Argentina: com 2 Variações

Mais detalhes sobre cada pista pode ser encontrado também no Site Do Jogo.


             
                                                           (Tela De Customisação do Piloto e da moto) 


A Parte de customisação é uma das melhores do jogo, é uma quantidade absurda de coisas pra customisar, desde Luvas do pilotos até os Cabos de Freios da moto, somente do piloto pode customisar Capacetes, Viseira, Roupa, Bota, Luvas, Jeans e Jaqueta (essas 2 ultimas para a roupa "Casual".

Já para as motos, como podemos ver temos as seguintes opções:

-Em aparencia temos: Pìnturas, Setas e placa, espelhos laterais, manoplas de aceleração e freio e guidão)
-Em Transmissão temos: Caixa de câmbio, Quick Shifter e corrente
-Em Freios e Suspensão temos: Disco de freio, pastilhas de freio, cabos trançados de freios e suspensão
-Em Rodas e pneus temos, bem, Rodas e Pneus
-Em Motor temos: ECU (Unidade de controle eletronico), Filtro de ar, usinagem da cabeça dos cilindros, troca de oléo para alta qualidade e escapamento.

Fora essas modificações ainda temos as modificações pessoais, para você definir como seu piloto se comporta encima da moto, durante as curvas ou quando ganha uma corrida. coisas como angulo da cabeça, posição das pernas e etc.


Bugs e Problemas:


Como vimos antes, RIDE é um jogo excelente, eeeeeeeeentretando, assim como excelente, o jogo é EXTREMAMENTE BUGADO!!, houve queixas de pessoas que tiveram saves do jogo corrompidos depois de 12 horas, bugs graficos, dificuldade pra conectar no servidor, falhas graficas, loading excessivos e demorados (um deles é antes da corrida, o jogo carrega, dai ele abre uma pagina mostrando sua moto e pedindo para apertar X (A), dai quando se aperta, vem outro loading!!! What? pra que isso?) Alem de tudo, o jogo ainda está com um bug que não foi corrigido: Se você comprar no começo do jogo a Yamaha Mt-07, você não consegue ganhar!! não se sabe ao certo por que, mas os oponentes sempre vão estar com motos mais fortes e mesmo que você se esfroçe, os oponentes vão sempre te passar no final da corrida, te obrigando a começar o jogo de novo!, um bug simplesmente ridiculo, mas OK, vamos levar em conta que esse é o primeiro Game Exclusivo da Milestone, então era de se esperar alguns bugs, porem o do save e esse da moto é ridiculo, espero mesmo que eles se pronunciem e resolvam isso logo.


Conclusão:

Ride é um excelente jogo, uma proposta incrivel e por muitos anos, esquecida, já que o ultimo jogo mais parecido com ele foi Tourist Trophy, exclusivo de PS2 feito pela Polyphony Digital em 2006, meu hype foi bem alto desde quando a demo do jogo foi anunciada no dia 18 de maio, joguei a demo por 9 horas, sim, 9 horas, sou exagerado kk, porem alem de impressionante, se tornou um jogo levemente decepcionantes devido aos seus bugs e problemas, porem todos os bugs podem ser corrigidos com atualiações e patchs, se a Milestone investir bem e se aplicar ao jogo, tem tudo para ser uma Franquia, e das grandes!!



Pontos Fortes:

--Muitas Motos na estreia do jogo
--Jogabilidade facil pra quem começa e desafiadora pra quem ja é experiente
--Muitas customizações tanto para a moto quanto para o piloto
--Modo De carreira é bem grande e extenso
--Boa proposta de jogo, trazendo um estilo esquecido por muitas empresas
--Multiplayer local com Split-Screen

Pontos Fracos:

-/-Bugs, Bugs e Mais Bugs!!
-/-Problemas pra jogar online
-/-DLC's na estreia
-/-Poucas Opções Graficas
-/-Grafico Ultrapassado



Mais Imagens e videos

(Menu de Estilo de Corrida)

                                                                    (Menu Principal)



 (Menu de Seleção de motos)



    (Menu de Seleção de Pistas)




  (Menu Principal do Modo Carreira do jogo)



 (Menu de seleção de evento do Modo Carreira)


(In-Game 1) 

 (In-game 2)



(In-game 3)




             Uma Volta na Aprillia em Sierra Nevada, Feito pelo Canal Oficial do jogo




Gameplay em Montain Cruise, Feito pelo canal Oficial da Gamespot




Gameplay com a triumph Street Triple R em Sierra Nevada, Feito pelo Canal MXGP Ryno



E é isso pessoal, espero que tenham gostado, se gostou compartilhe e comente para eu saber se gostaram e se devo continuar com a serie, se não gostou, comente ai embaixo dizendo o que não gostou e vou melhorar, obrigado a todos!! até a proxima pessoal!!!

P.S: Esse é o primeiro Review de RIDE Em portugues!!!
  

Perolas do Google Play #2


olá Walkeramigos, devido ao sucesso da primeira postagem, aqui está a continuação dessa grande série da nossa querida Google Play, sinceramente, depois que comecei a pesquisar mais os comentários da loja, percebi como tem comentários malucos nesse lugar, é coisa de doido msm...sem mais delongas, vamos ao post.

O Ponto Cego

Feche o olho esquerdo e olhe bem apenas o sinal de +. Movimente a cabeça pra frente graduadamente, ao aproximar-se mais ou menos a 25 centímetros da tela, o circulo deveria desaparecer.

Num momento exato o circulo deverá desaparecer. Pode fazer o contrário também. Esse ponto não pode ser percebido com os dois olhos abertos, porque um olho compensa o ponto cego do outro lado e vice-versa.

Muito legal não? Gostou? Comente :3

The Crooked Man


Um jogo feito em WOLF RPG Editor, The Crooked Man é um jogo de horror aventura com vários puzzles e também decisões marcantes.

A história deste game é essa.
David Hoover se muda para um apartamento e começa a acontecer coisas estranhas, e após isso ele decide perguntar ao antigo dono do ap, e então tudo começa a trama e os descobrimentos vão fazendo você pirar e não querer mais parar de jogar até desvendar toda a história.
Neste jogo existe finais alternativos onde suas escolhas podem refletir no final bom ou ruim da história então sempre recomendo salvar antes hehe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More